Silenciosos

domingo, 18 de março de 2012

Desafio da Anita #17

17. Frase/ poema

Nada dura para sempre
nem um cigarro na boca
nem a razao de uma mente.

Nada dura para sempre
nem o acreditar em alguém
nem um sopro de gente

Tudo na demanda do querer
tudo no sentir dessa razão
Nada dura para sempre
nem as estações da paixão
nem o silêncio que quebra a solidão!

Escrevi isto no ano de 2009 depois de um  amor que doeu, como doem todos aqueles que se acabam. Não é o meu preferido, mas é meu e, por isso, fazia sentido tê-lo aqui. 

10 comentários:

  1. Lindo blog. GOOSTOOO :)))
    E JÁ SOU seguidora*

    visita:
    frasezemoda.blogspot.com
    espero que gostes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ohh obrigada!! Visita sempre que quiseres. Gostamos sempre de receber pessoas. Vou passar lá no teu cantinho. Bem hajas.

      Eliminar
  2. Gostei imenso. :)
    Quero acreditar que há coisas que duram para sempre, principalmente as coisas boas como o amor e a amizade. Porém, há coisas na vida que queremos que tenham um fim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu não gostava que este tivesse um fim, mas teve. Acontece na vida, infelizmente, mais vezes do que aquelas que queremos.

      Eliminar
  3. Adorei o poema, faz todo o sentido!!

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada Pretty in Pink!:p naquela altura fez mesmo todo o sentido, acredita.

      Eliminar